Caso Jô: Jurídico do Avaí ganha ação em primeira instância

Postado por: André Palma Ribeiro

Atacante defendeu o Avaí na última Copa SP  Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC

 

O Avaí ganhou na Justiça do Trabalho o direito de continuar contando com o centroavante Jô, 20 anos, até o final do seu contrato de trabalho. O atleta pleiteava rescisão indireta de seu contrato, que vai até 2020 e agora deve se reapresentar ao clube na próxima segunda-feira.

Jean Hebert de Freitas, o Jô, ajuizou ação postulando o reconhecimento de despedida indireta, por falta de recolhimento do FGTS de abril a dezembro de 2018, falta de pagamento do décimo terceiro salário de 2018 e das férias 2017/2018.
O Juiz do Trabalho Daniel Natividade Rodrigues de Oliveira, da 6ª Vara do Trabalho de Florianópolis, em seu despacho nesta quarta-feira (27), acatou a defesa do Departamento Jurídico do Avaí, por intermédido do advogado Sandro Barreto. O clube está com todas as suas obrigações rigorosamente em dia.
O magistrado reconheceu, no caso Jô, os pagamentos efetuados pelo clube nos prazos regulamentares, indeferindo o pedido e condenando a parte ao pagamento das custas processuais (honorários de sucubência de 15%).

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Avaí treina no gramado do CFA e Love fala da vontade de marcar na Ressacada

Nesta tarde de quarta-feira (17), o elenco avaiano realizou um treinamento no gramado do CFA. A equipe se prepara para

Avaí premia destaques acadêmicos e desportivos das categorias Sub-14 e Sub-15

Em um compromisso contínuo com a formação integral de seus atletas das categorias de base, o Avaí Futebol Clube realizou

17/07/2024