Meninos da base reforçam o profissional

Postado por: André Palma Ribeiro

Sete atletas que estavam no banco são da base do Leão | Foto: Frederico Tadeu/Avaí F. C.

No clássico deste domingo (28), o Avaí tinha oito atletas formados nas categorias de base no grupo convocado pelo técnico Claudinei Oliveira, além de Marquinhos e André Moritz, que também se formaram no clube. O investimento que o Avaí tem em suas categorias de base, que lhe garantem o certificado de clube formador, tem sido um grande suporte ao time profissional. Além destes atletas já em aproveitamento no banco ou jogando, a equipe principal logo terá à disposição o lateral Guga e o goleiro Léo Lopes, que cumprem suspensão do ano passado em jogo da categoria Sub-20.

Além das revelações, das negociações já feitas, o Avaí já prepara para aproveitamento muitos dos atletas que estão hoje no Sub-20, e que chegaram às quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Junior. Vários jogadores em destaque nesta competição. O atacante Santarém concorreu ao troféu de craque da galera e o volante Wesley foi incluído na seleção do campeonato. O volante Marcinho também já treina com os profissionais.

“É um caminho sem volta, estes meninos são bem formados e vão nos ajudar nesta caminhada de 2018. Todos tem muito talento, estão querendo buscar seus espaços. E é assim que começa mesmo, promovendo da base e colocando para jogar”, disse o técnico Claudinei Oliveira. O comandante avaiano é um profissional que tem experiência em aproveitamento de jovens valores. Foi assim no Santos, quando comandou por muitos anos as categorias de base e depois o profissional. Também no Atlético-PR e no Paraná Clube.

No empate em 3 x 3 no clássico de domingo, o Avaí tinha em campo três atletas oriundos da base avaiana. O atacante Rômulo, o meia Marquinhos e o volante André Moritz. Já no banco contava com os goleiros Cláudio Vitor e Léo Sulzbach, de 18 e 17 anos respectivamente. Além deles, o zagueiro Fabian, os atacantes Lourenço e Getúlio, todos com 20 anos. O meia Luanzinho, de 17 anos, que a comissão técnica foi buscar no Sub-17 e o lateral esquerdo Lucas Lovat, de 21 anos.

A jogada do terceiro gol azurra, o gol de empate convertido por Marquinhos, aos 45 minutos do segundo tempo, foi uma jogada criada por dois destes meninos. Lourenço recebeu na intermediária, avançou pelo meio e fez um lançamento espetacular para o atacante Getúlio. Ele se livrou do zagueiro na corrida, mas foi derrubado na área pelo goleiro adversário. Pênalti. Este é o resultado do trabalho da base, que inicia lá atrás e rende os frutos.

O técnico da categoria Sub-20, Fabrício Cunha, comandante da campanha vitoriosa do ano passado, tem uma responsabilidade também neste processo de transição. Afinal, ele também atua com Claudinei e Evando no grupo principal e facilita muito este trabalho. “É importante que estes meninos tenham a sequência após avançar em qualidade técnica e equilíbrio para enfrentar o profissional. O Avaí abre esta oportunidade, o que é muito bom para todos eles, pois é a valorização do trabalho que começa cedo”, completou Fabrício.

Rômulo subiu aos profissionais no final de 2014 e a cada ano se destaca mais atuando pelo Leão | Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC
Marquinhos e Moritz, ambos da base do Avaí, comemoram juntos um dos gols no Clássico | Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC

 

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Série B: Números na história de Avaí x Mirassol-SP

Na história – De acordo com o pesquisador e historiador oficial do Avaí Futebol Clube, Spyros Apóstolo Diamantaras, Avaí e

22/07/2024

Arbitragem para Mirassol-SP x Avaí, pela 17ª rodada

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou a arbitragem para a partida Mirassol-SP x Avaí, válida pela 17ª rodada do Campeonato

22/07/2024