Marquinhos quer trabalho 100% para manter o foco no objetivo

Postado por: Arthur Domingos

Titular na última partida, o ídolo da nação azurra, Marquinhos, marcou, de pênalti, contra o Botafogo, na partida do dia 18 de outubro, na Ressacada e igualou o recorde de gols de Décio Antônio, de 57 tentos marcados. O capitão avaiano se mostra forte e confiante no objetivo da equipe para a temporada: “O objetivo é muito importante para o clube, temos que estar trabalhando 100% e estar focado para manter a regularidade”, afirmou.

Ao igualar o recorde de gols, Marquinhos falou sobre o atual momento: “A ansiedade existe, porém já foi muito maior, já me preocupou mais. As lesões me preocupavam, de não poder voltar e deixar este pequeno final de objetivo, de alcançar um recorde por água abaixo por causa de uma lesão. Mas não. Voltamos, ainda com um pouco de dor, mas nada que atrapalhe. É entrar em campo primeiramente para que o Avaí vença. Como jogo do meio para frente e as bolas paradas passam por mim a probabilidade de gols aumenta um pouco mais. Entretanto o principal objetivo é a permanência do Avaí na Série A”, afirmou o ídolo avaiano.

Sobre Luanzinho, meio-campo de 17 anos que tem arrancado elogios pelas atuações, o capitão disse, após a partida contra a Ponte Preta, que se fosse se aposentar e dar a camisa 10 para alguém, seria para o jovem jogador. Chamado de “pai no futebol” por Luanzinho, Marquinhos voltou a elogiar o atleta: “Falo com ele sempre, digo para ir com calma. Ele será craque um dia, sem dúvidas, mas pode aguardar mais um pouco, ele ainda está no corredor, a janela ainda é minha. (risos) Mas a camisa 10 vou passar para ele mesmo”, disse.

Falando sobre planos para o futuro, o camisa 10 diz já estar a se preparar para uma vida dentro do Avaí, após aposentar das quatro linhas: “Primeiro é se preparar. Quando acabar a carreira vou ajudar o presidente aqui no clube, na transição da base para o profissional, como está vindo agora o Luanzinho. É de não deixar subir para a cabeça, no futebol tem muitas histórias assim, de jogador que acha que está no auge e logo depois some. O Battistotti diz que é algo que falta nos clubes, conversamos com muitos dirigentes que disseram o mesmo e eu me encaixo bem nisso. Claro, ainda tenho que fazer alguns cursos de gestão, de treinador também para ter o conhecimento teórico”, planejou Marquinhos.

Para a partida contra o Grêmio, no domingo (29), às 19h, na Ressacada, a diretoria lançou uma promoção de ingressos no valor de R$ 20,00 até esta sexta-feira (27). E Marquinhos afirma também que lugar de avaiano é na Ressacada: “Temos que voltar a fazer um caldeirão na Ressacada, ver ela pulsar novamente. Tem que vir nos apoiar e nos empurrar. Queremos fazer um grande jogo, com tudo que foi planejado durante a semana e o apoio do treinador é sempre fundamental”, concluiu o craque.

Confira a entrevista coletiva na íntegra:

[su_youtube url=”https://www.youtube.com/watch?v=0J-GEGp07NM” width=”800″ height=”600″] [/su_youtube]

Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F. C.
Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F. C.
Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F. C.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Números na história de Avaí x Vila Nova-GO

Na história – De acordo com o pesquisador e historiador oficial do Avaí Futebol Clube, Spyros Apóstolo Diamantaras, Avaí e

Arbitragem para Vila Nova-GO x Avaí, pela 15ª rodada

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou a arbitragem para a partida Vila Nova-GO x Avaí, válida pela 15ª rodada do

12/07/2024