OAB/SC lança campanha pela paz

Postado por: Rafael Xavier dos Passos

A OAB/SC lançou nesta quarta (28), durante solenidade na sede da entidade, a Campanha Estadual Contra a Violência no Futebol. Adotada por outras 11 instituições, a campanha foi desenvolvida pela Quadra Comunicação e busca promover a paz nos estádios com o mote “Quem é torcedor não briga”. Além disso, a campanha utiliza os mascotes dos times catarinenses para mostrar que a violência afeta o desempenho nos campos.

O presidente da OAB/SC, Tullo Cavallazzi Filho, lembrou que Santa Catarina desponta no cenário do futebol nacional, com representantes nas séries A, B, C e D do campeonato nacional, além de iniciar neste domingo seu Campeonato Estadual. Os catarinenses, diz, “podem e devem dar exemplo em suas praças desportivas”. Segundo ele, a OAB/SC espera, com a campanha, encontrar no torcedor um aliado pela paz. “Qualquer um que vá ao estádio com outra finalidade que não a de torcer por seu clube está no lugar errado”, disse.

“A violência dentro do espetáculo esportivo está dissociada do futebol e a OAB/SC se sentiu na obrigação de aglutinar as diversas iniciativas que já existem para promover a paz”, diz o presidente da Comissão de Direito Desportivo da entidade, Alexandre Monguilhott. O presidente da SC Clubes, Nilton Macedo Machado, que assume o cargo nesta semana, elogiou a iniciativa da OAB/SC e disse que os clubes devem apoiá-la e dizer não à violência. “Os clubes devem estar à frente desse movimento”. Machado lembrou o programa Justiça Presente, do Poder Judiciário, que reduziu o índice de violência no futebol e defendeu a identificação biométrica para acesso aos estádios.

Representando a Federação Catarinense de Futebol (FCF), já que o presidente, Delfim de Pádua Peixoto, se encontra em Belém do Pará, o advogado Rodrigo Capella lembrou que as ações que buscam acabar com a violência no futebol vêm ocorrendo desde 2006, com a criação do Justiça Presente pelo Tribunal de Justiça. Destacou também o papel do Ministério Público, que cadastrou as torcidas organizadas, numa iniciativa inédita no País. Para o promotor Onofre Agostini, que representou o Ministério Público no evento, “a educação é um instrumento de pacificação”. Ele disse esperar ver implementada em breve a biometria nos principais estádios.

A Campanha Contra a Violência nos Estádios é uma parceria da OAB/SC com Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Ministério Público, Federação Catarinense de Futebol, Associação de Clubes, Sindicato dos Árbitros de Futebol, Associação dos Cronistas Esportivos de Santa Catarina, Polícias Militar e Civil, ACAERT e Associação Catarinense de Imprensa.

Foto Geral Auditório
Foto: Divulgação/All Press Comunicação Estratégica.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Avaí/Kindermann é superado em casa pelo Santos

As Leoas entraram em campo nesta tarde de sábado (20), no Estádio Salézio Kindermann para enfrentar o Santos, em partida

20/04/2024

Avaí leva gol no fim e é superado em Ponta Grossa

Na noite desta sexta-feira (19), o Avaí fez a sua estreia no Campeonato Brasileiro Série B 2024. O Leão da

19/04/2024