A grande perda do Futebol Catarinense

Postado por: André Palma Ribeiro

Os poderes constituídos do Avaí Futebol Clube lamentam a morte do Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho, presidente da Federação Catarinense de Futebol, ocorrido em decorrência de acidente aéreo, no último dia 29 de novembro. Delfim Peixoto comanda a Federação há 31 anos e é um dos vices da CBF.

Dr. Delfim Peixoto era um dos passageiros que estava a bordo do avião com a delegação da Chapecoense que caiu na Colômbia. Segundo as autoridades colombianas, 71 são os mortos e seis os sobreviventes que seguem hospitalizados.

Natural de Itajaí, Delfim Peixoto é advogado, tem 72 anos e dirige a FCF há 31 anos.

“Delfim fará muita falta para o Futebol Catarinense e Brasileiro. Uma das suas grandes virtudes era sempre estar preocupado e atento aos clubes afiliados. Estava sempre viajando com as delegações em competições importantes. Infelizmente essa tragédia aconteceu em um dos momentos mais importante do futebol Catarinense. A hora agora é de união e muito trabalho para reerguer o Futebol Catarinense e continuar o trabalho que o Dr. Delfim estava realizando à frente da Federação Catarinense de Futebol”, comentou Francisco José Battistotti, presidente do Avaí.

Em 2015, Dr. Delfim Peixoto assumiu o cargo de vice-presidente na CBF, onde já havia exercido outras atividades como dirigente, inclusive como chefe da delegação da Seleção Brasileira em várias ocasiões, entre elas os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Em sua vida pública, chegou a ser líder da Câmara de Vereadores em 1967 e ocupou o cargo de prefeito interinamente. Em 1970, foi deputado estadual e durante o terceiro mandato assumiu a presidência do Clube Náutico Marcílio Dias, de Itajaí. Delfim foi deputado estadual entre 1971 e 1983, eleito pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Ele comandava a Federação Catarinense de Futebol desde 1985.

Dr. Delfim Peixoto esteve à frente da FCF por sete mandatos. Além de sempre estar muito próximo de todos os clubes afiliados, um dos grandes legados de Delfim Peixoto é a sede própria da entidade que recebeu o nome “Casa do Futebol Catarinense. Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho”.

O Avaí Futebol Clube lamenta profundamente o ocorrido e deseja força aos familiares e amigos das vítimas.

FOTO: Divulgação / Federação Catarinense de Futebol

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Série B: Arbitragem para Operário-PR x Avaí, pela 1ª rodada

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou a arbitragem para a partida Operário-Pr x Avaí, válida pela 1ª rodada do Campeonato

17/04/2024

Às vésperas de estrear na Série B, Leão faz treino tático e recebe apoio de torcedor ilustre

Às vésperas de estrear na Série B, o Avaí realizou um treino tático no gramado da Ressacada. Eduardo Barroca liderou