Ademir e Pereirinha, um Santo Remédio!

Postado por: André Palma Ribeiro

 

Pereirinha (D) ao lado de Duca e dos ex-craques Flávio Roberto e Zeca    Foto: Alceu Atherino / Avaí FC

Na última quinta-feira (25), foi comemorado o Dia do Massagista Esportivo. Em todo o país, muitas homenagens a este profissional que trabalha silenciosamente e tem um papel fundamental na recuperação de atletas. É ele que está ao lado do jogador quando sofre uma lesão, faz a primeira assistência e encaminha o processo de recuperação. Por isso, é venerado por todos aqueles que dependem de seu trabalho. E o Avaí, além de cumprimentar todos os massagistas do Brasil, orgulha-se de ter em sua equipe o massagista Ademir Ramos, eleito em 2015 presidente da Associação dos Massagistas Esportivos do Brasil (AMEB). Ao seu lado, no clube, não dá para deixar de destacar Delmar Pereira, o Pereirinha, um dos mais antigos e queridos massagistas esportivos em atividade no país. No Avaí são mais de 30 anos de dedicação e respeito. O clube tem ainda mais três profissionais da área: Junior, Mendes e Rodheber Lopes.

“Massagista é uma profissão tão nobre no futebol e que precisa sempre ser valorizado. Profissionais que sofrem e se dedicam no dia-a-dia fazendo seu trabalho com muito amor. Não desanimem nunca meus queridos colegas massagistas, unidos e com o apoio dos atletas, técnicos e dirigentes, continuaremos sempre com a valorização de nosso trabalho”, destacou Ademir Ramos, 57 anos, por ocasião da passagem deste dia tão importante para a categoria, o 25 de maio.

 

Todos que atuam no futebol, amam este esporte, amam o que fazem. Adoram, como se diz na gíria, o cheiro do éter, do óleo de massagem. Profissionais que se dedicam em tempo integral para realizar seu trabalho. Delmar Pereira é um exemplo desta dedicação, atuando há mais de 30 anos no Leão da Ilha. Ele chegou ao Avaí em 1984 e pelas suas mãos já passaram craques inesquecíveis. Pereirinha também comemorou muitos títulos e acessos. Trabalhou no rival por dois anos, é claro, mas seu coração é do Avaí, onde está para não mais sair. Construiu sua morada ao lado do estádio da Ressacada e só sai para visitar parentes em Erechim, de onde é natural e começou no futebol como roupeiro. Ah, isso já faz muito tempo.

A Associação Brasileira dos Massagistas Esportivos do Brasil conta hoje com mais de 130 associados e envolve profissionais que atuam em todos os esportes, não só o futebol. Conta com apoio de várias entidades. Defende os interesses da categoria de uma forma geral, como enfatiza Ademir Ramos, 57 anos, este manezinho do Bairro Carianos. Militar aposentado da PMSC e formado como técnico de enfermagem, atuando na área há mais de 40 anos, 26 dos quais no Avaí, seu time de coração. Nas atividades da entidade que preside está a realização de um encontro no final do ano, dias 6 e 7 de dezembro, na CBF.

A mensagem no Dia do Massagista. Fala Ademir: 

 

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Orientações aos sócios participantes da Caravana Com a Raça Toda

Neste sábado (24/02), a Raça Toda vai ao estádio Heriberto Hülse, em Criciúma-SC, para acompanhar a partida Avaí x Brusque,

23/02/2024

Relação de mascotes mirins sorteados para Avaí x Brusque-SC

O Avaí Futebol Clube informa a relação de inscritos sorteados e as orientações para o cerimonial de entrada dos Mascotes

23/02/2024