Avaí cria o seu Núcleo de Inteligência

Postado por: André Palma Ribeiro

O Avaí deu a partida para o funcionamento do seu Núcleo de Inteligência no Futebol (NIF). Um modelo adotado por vários clubes de futebol do país e que tem o objetivo de tornar científico o conjunto de ações que envolvem o departamento de futebol, utilizando ferramentas para avaliação de desempenho, otimização dos recursos e minimização de erros nas decisões. O caminho para a modernização do trabalho no futebol. O NIF no Avaí será coordenado pelo analista de desempenho Ricardo Henry, profissional que está há cinco anos no clube.

Segundo o gerente de futebol do Leão, Agnello Gonçalves, “o objetivo do NIF não é só quantificar os jogos, mas termos ao nosso alcance em um banco de dados, os números do futebol “in loco”, controlando as informações para beneficiar ao clube de tal forma que os profissionais envolvidos no departamento de futebol, profissional e a base de maneira unificada, possam usar as informações em busca de otimização do resultado”. A idéia é trabalhar estes números também de forma a prospectar jogadores com uma rede de contatos, “minimizando erros em contratações”.

O gerente de futebol do Leão destaca também a importância da atuação do NIF na quantificação dos treinos, visando a monitorar o que a comissão técnica propõe ao longo da semana e se isso traduz em relação aos jogos. “Queremos integrar os departamentos de maneira multidisciplinar, interdisciplinar e transdisciplinar. Muitos clubes tratam os departamentos de forma isolada. Nós queremos controlar as informações em todos os setores e usá-las de forma integrada”, disse.

Este trabalho de inteligência no Avaí será coordenado pelo analista de desempenho, Ricardo Henry. O NIF no Avaí será iniciado de forma enxuta, com o apoio e parceria de estagiários da UFSC através de um projeto de análise buscando uma visão ampliada e com apoio de Rafael Linhares, estagiário promovido da base do clube. Ricardo Henry faz as filmagens dos jogos e treinamentos e o material coletado é decodificado e colocado em uma central. Os dados são usados em dias de jogos e posteriormente para avaliação de desempenho dos atletas. “É um processo sem volta para os clubes de futebol. Atuação científica na análise de resultados beneficia o dia-a-dia no processo de decisão dos profissionais técnicos do clube e auxilia em prospecção de mercado para minimizar erros em futuras contratações de atletas”, destacou Ricardo. Para o analista e coordenador do NIF, o ‘scout’ é uma ferramenta de extrema importância para equipes que buscam excelência em seus resultados.

Ainda segundo o gerente de futebol do clube, Agnello Gonçalves, não é da noite para o dia que se muda uma cultura de processos, mas o avanço já vem ocorrendo deste o início da atual temporada. “A comissão técnica recebe um briefing do primeiro para o segundo tempo nos jogos, com informações da análise de desempenho individual e coletiva. Nós vamos avançar, nos equipar e mostrar a importância deste investimento em tecnologia, que é o caminho do futebol moderno”, finalizou Agnello.

_MG_2813
Analista de desempenho, Ricardo Henry FOTO: André Palma Ribeiro / AVAÍ F.C.
CAPA
FOTO: André Palma Ribeiro / AVAÍ F.C.
_MG_2848
Gerente de Futebol Agnello Gonçalves FOTO: André Palma Ribeiro / AVAÍ F.C.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Orientações aos sócios participantes da Caravana Com a Raça Toda

Neste sábado (24/02), a Raça Toda vai ao estádio Heriberto Hülse, em Criciúma-SC, para acompanhar a partida Avaí x Brusque,

23/02/2024

Relação de mascotes mirins sorteados para Avaí x Brusque-SC

O Avaí Futebol Clube informa a relação de inscritos sorteados e as orientações para o cerimonial de entrada dos Mascotes

23/02/2024