Claudinei: “Avaí está em evolução”

Postado por: André Palma Ribeiro

Claudinei destaca evolução da equipe e reconhece o apoio do torcedor Avaiano         Foto: Divulgação / Avaí FC

O técnico Claudinei Oliveira lamentou o empate diante do Atlético-MG em 1 x 1 na manhã deste domingo, no Estádio da Ressacada. Segundo ele, o fato de estar vencendo e tomar o gol de empate ao final da partida deixa um sentimento de que a equipe poderia ter conquistado a vitória. “Um contra-ataque rápido que poderíamos ter evitado. A cobrança da falta não foi perfeita, poderíamos ter atrapalhado a reposição do goleiro e também não fizemos a falta. Mas tem a qualidade do Atlético-MG na hora de decidir um lance. Vamos trabalhar e manter a nossa caminhada”.

Segundo Claudinei, o Avaí está em evolução, com uma boa série de jogos invicto e isso tem passado confiança para os atletas e torcedores. Normal que todos sempre queiram mais, disse o comandante azurra. “Temos a nossa forma de atuar e temos conquistado a nossa campanha assim. Vejo que é preciso ter ética nas avaliações. O Douglas fez duas defesas e ouvi que o Atlético-MG dominou o jogo. Na nossa vitória em Recife, foi a mesma coisa. Quando a gente vence ou consegue um bom resultado, até parece que o adversário perdeu para o vento. Não valorizar a equipe adversária não acho legal”, observou o técnico.

Sobre as alterações, principalmente a entrada de Airton, o técnico Claudinei Oliveira explicou que seu objetivo foi antever uma substituição que teria que fazer na sequência e também melhorar o jogo aéreo com uma eventual saída de Junior Dutra, que estava com fadiga. Explicou que Betão atuou como volante em uma partida do Estadual deste ano e no período em que jogou na França. Sobre a arbitragem, ressaltou um pênalti sobre Capa e uma cotovelada que Alemão recebeu dentro da área ao final do primeiro tempo. Nada foi marcado. Mas disse conhecer o árbitro goiano e que é boa pessoa.

Claudinei explicou as variações de jogadas no ataque, com a troca de posições, falou sobre a atuação de Willians desde o início, e que ele poderia ter terminado mais bem as jogadas. A ausência de Juan diminuiu um pouco a posse de bola da equipe, mas o Avaí ganhou na transição mais velozr. Elogiou o Atlético-MG, uma equipe forte e com muitos jogadores de Seleção Brasileira. Falou sobre Judson, que vem atuando muito bem e aplicando o que está produzindo em treinos. E elogiou ainda o meia Luan Pereira, de 17 anos, que tem um grande talento e entrou bem nos minutos finais.

Por último, gostou do apoio que o torcedor deu aos jogadores, aplaudindo ao final da partida, reconhecendo a boa fase, o esforço de todos. “Isso é importante, pois é o reconhecimento de que o trabalho está sendo bem feito e que estamos no caminho de conquistar nosso objetivo ao final da temporada. O grupo de atletas está se sentindo abraçado. Se o torcedor ficou chateado com o empate, nós também ficamos. Mas repito, o importante é que a equipe está em evolução e isso não dá para deixar de reconhecer”, finalizou.

Confira a entrevista: 

https://www.youtube.com/watch?v=X5Q4uaJ_nZM

 

 

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Orientações aos sócios participantes da Caravana Com a Raça Toda

Neste sábado (24/02), a Raça Toda vai ao estádio Heriberto Hülse, em Criciúma-SC, para acompanhar a partida Avaí x Brusque,

23/02/2024

Relação de mascotes mirins sorteados para Avaí x Brusque-SC

O Avaí Futebol Clube informa a relação de inscritos sorteados e as orientações para o cerimonial de entrada dos Mascotes

23/02/2024