Claudinei: “Conversar e corrigir”

Postado por: André Palma Ribeiro

Claudinei reconheceu que a equipe não foi bem e destacou méritos do adversário       Foto: Divulgação / Avaí FC

O técnico Claudinei Oliveira reconheceu que a equipe do Avaí não fez uma boa partida na derrota de 2 x 0 para o Atlético-GO, no Estádio da Ressacada, neste domingo (1), pelo Campeonato Brasileiro – Série A. O resultado levou a equipe de volta à zona do rebaixamento. Segundo Claudinei, a equipe fez um primeiro tempo muito abaixo do que vinha realizando, melhorou na fase final quando tomou o primeiro gol e depois o segundo numa tomada de decisão errada. A equipe criou oportunidades, mas não conseguiu fazer o gol.

Para o comandante azurra, na entrevista coletiva após a partida, não dá para achar que tudo está errado e que é possível refazer os resultados, com a recuperação a partir do próximo jogo contra o Vasco da Gama, pois está todo mundo embolado na região do rebaixamento. “Depois do primeiro tempo ruim, estávamos melhorando no segundo até tomar o gol naquele pênalti. Em seguida, veio o segundo gol, num chute de Valter. Fizemos as mudanças, tentamos de tudo, mas a ansiedade bateu, não conseguimos, mesmo com as boas situações. Lembrar que o torcedor incentivou do início ao fim, mas infelizmente as coisas não encaixaram bem”.

 

Segundo Claudinei Oliveira, o Avaí está fazendo um campeonato digno. “Não dá para achar que tudo está certo e nem que tudo está errado no nosso trabalho. Já reagimos em outras oportunidade e vamos manter nossa mobilização. Corrigir o que está errado, tocar para frente. Não ficar lamentando o que ocorreu”, disse Claudinei, que reconhece que a ansiedade, um dos fatores para resolver logo a situação difícil, possa ter influenciado nos erros.

Sobre as substituições, Claudinei explicou que mexeu a partir do primeiro gol, pois elas já estavam programadas. “Os jogadores tem muito crédito comigo, nos trouxeram até aqui. Repito, sete partidas sem derrota. Não dá para apontar o dedo para ninguém. O atleta tem o direito de não jogar bem um dia. Trabalhamos a semana toda com muito foco e não dá para transferir isso para um ou outro atleta porque não deu certo. O Atlético-GO teve seus méritos, o Valter acertou aquele belo chute. Adversário teve qualidade”, explicou Claudinei.

 

Estes próximos 10 dias de treinamentos para enfrentar o Vasco no dia 11, uma quarta-feira, às 21h45min, serão importante para avaliações e correções do que não funcionou. Segundo o técnico, momento para conversar, ver o que não funcionou, corrigir e seguir em frente rumo ao objetivo de manutenção. Sobre eventuais mudanças, o técnico disse na coletiva que tudo é possível, mas dependerá do desempenho da equipe nos treinamentos.

Confira a entrevista de Claudinei Oliveira: 

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Avaí fecha parceria com Zé Delivery para benefícios ao sócio do Leão

O Avaí Futebol Clube fechou uma parceria com o maior aplicativo de entrega de bebidas do Brasil. Agora, os sócios

21/06/2024

Leão da Ilha reapresenta e se prepara para partida que vale a liderança da Série B

O Avaí se reapresentou nesta tarde de sexta-feira (21) e iniciou a preparação para o confronto contra o América Mineiro.