Homenagem a Maracajá

Postado por: André Palma Ribeiro

O Avaí homenageia a cidade de Maracajá no próximo sábado, dia 2 de maio, no jogo diante do Vila Nova, em Goiânia. Os goleiros avaianos estarão vestidos com camisas especiais em homenagem ao município.

História de Maracajá

A colonização de Maracajá deu-se a partir da construção da estrada de ferro Dona Tereza Cristina, em 1920, quando a região recebeu imigrantes açorianos e alemães. Inicialmente recebeu o nome de Morretes.

Posteriormente o nome foi trocado para Maracajá em virtude da existência de uma cidade com o mesmo nome no Paraná. A primeira igreja (Imaculada Conceição) da cidade foi construída por iniciativa do frei Euzébio Ferretto, oriundo do Rio Grande do Sul. Este religioso exerceu grande influência no local, protagonizando o processo de emancipação do município, ocorrido em 1967.

Dados Gerais do município 

O Município de Maracajá, possui uma área geográfica de 63,4 km², está situado a uma altitude de 12 metros do nível do mar e ´pe cortada pelo BR-101. Faz parte da Região do Extremo Sul Catarinense e integra a Associação de Municípios do Extremo Sul Catarinense – Amesc, que é composta por 15 municípios. Os seus limites são: Criciúma e Forquilhinha (ao norte), Araranguá (ao sul), Meleiro e Forquilhinha (a oeste), Araranguá e Criciúma (a leste). Maracajá está a 205 quilômetros da capital, Florianópolis, de Porto Alegre 265 km e de Curitiba 491 km.

Sua população é de 6.784 habitantes, sendo que 40% residem no Meio Rural e 60% no perímetro urbano. Na região da AMESC, Maracajá aparece com o melhor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), segundo pesquisa do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2012. De acordo com a publicação, a cidade aparece na 55º posição no estado e 249° no país. O IDHM do município passou de 0,627 em 2000 para 0,768 em 2010 – uma taxa de crescimento de 22,49%.

Qualidade de vida

A cidade se preocupa com o uso dos recursos naturais e por isso criou o Parque Ecológico. Instituiu há oito anos a Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos em 95% das residências, implantou o Centro de Triagem dos Resíduos Sólidos e promulgou a Lei Municipal que institui o programa de Educação Ambiental e Qualidade de Vida.

Cultura

A identidade cultural do município é caracterizada pelos remanescentes dos grupos indígenas que circularam pelo seu território e da colonização açoriana e italiana que inicialmente ocorreu pela presença esparsa de agricultores e se efetivou mais precisamente com a construção do ramal Ferroviário da Estrada de Ferro.

Economia

Maracajá destaca-se pelo desenvolvimento agrícola e industrial. As culturas que prevalecem são o arroz e o fumo. No entanto, as fábricas de confecção de roupas, a cerâmica, o extrativismo mineral e o comércio são atividades econômicas de geração de emprego e renda para o município.

Educação

Das cinco escolas do município, três são municipais e duas estaduais, oferecendo pré-escolar, ensino fundamental e médio. Além disso, a cidade dispõe de um Centro de Educação Infantil para os menores. Os alunos contam com o transporte escolar que atende tanto a zona urbana quanto a zona rural.

O município não dispõe de curso superior, porém, cidade está entre dois municípios em que são oferecidos diversas opções de cursos técnicos e faculdades. Araranguá e Criciúma ficam a cerca de 20 minutos de Maracajá e os jovens, atualmente, dispõe de transporte oferecido gratuitamente pela administração municipal para estudar no IFSC, UFSC, Esucri, Unisul e Unesc. Em Maracajá são disponibilizados cursos técnicos de capacitação em parceria com o Senai e Senac.

Dados turísticos

Maracajá é um dos municípios da Região Turística Caminho dos Canyons. As atividades turísticas que se destacam no município, são o Turismo Religioso, com festas religiosas, procissões, grutas e igrejas; o Turismo de Compras, com varias opções em confecções, o Turismo ecológico realizado principalmente no Parque Ecológico; e ainda o Turismo Cultural, com museu histórico, entre outros patrimônios culturais locais.

Biodiversidade

O Parque Ecológico Maracajá, criado em 1990 com o objetivo de proteger um importante remanescente de Mata Atlântica. O Parque de 107,8 ha situa-se às margens da BR-101.

Para poder oferecer possibilidades de plantio de árvores em áreas degradadas a administração criou um Horto Florestal que produz mudas de árvores nativas e flores ornamentais. As mudas são distribuídas para a população incentivando o cultivo de espécies nativas.

 

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

RH do Avaí com três vagas abertas

O Departamento de Recursos Humanos do Avaí informa que neste momento estão disponíveis 03 (três) editais com vagas para os

04/03/2024

Blog da Gestão #12 – Que venha o mata-mata

Olá, Nação Avaiana. Vencemos e estamos classificados! Na tarde deste sábado (2) superamos mais um desafio e agora vamos com

03/03/2024