Homenagem aos campeões de 1995

Postado por: André Palma Ribeiro

O Avaí irá homenagear no jogo diante do Icasa, no sábado, dia 14 de setembro, os atletas campeões da Copa Santa Catarina de 1995. Os nomes dos heróis que conquistaram o título estarão estampados nas camisas dos jogadores que enfrentarão o time cearense pela Série B. O título completa 18 anos no dia 21 de dezembro de 2013.

Esta é mais uma homenagem da série que retratará as conquistas históricas nos jogos em casa durante o Campeonato Brasileiro de 2013. A ação faz parte da programação oficial dos 90 anos do clube.

Vestiram a camisa do Leão no título de 1995: Gilmar, Ronaldo, Kleber, Laírton, Fábio, Dirlei, Régis, Wilcemar, Sandro Silva, Jorge, Alex, Claudiomir, Robinho, Samuel, Jackson, Jacaré, Belmonte, Mina, Kremer, João Ricardo, Ednei, Cuca, Cedenir, Ricardo, Gílson e Venício. O técnico era Rui Guimarães. O preparador físico Marcelo Nunes (Pantera), o massagista Stélio Serafim, o preparador de goleiros Nilsão, o roupeiro Duca, o diretor de futebol João Carlos Dias e o presidente Nilton Dionísio da Silva.

Copa Santa Catarina de 1995

A Copa Santa Catarina de 1995 foi disputada por 9 clubes, divididos em 2 grupos. O Grupo A formado por: Internacional, Joinville, Juventus de Jaraguá do Sul e Marcílio Dias. O Grupo B: Avaí, Figueirense, Imbituba e Tubarão. O Criciúma, por estar disputando o campeonato brasileiro, só entrou na disputa por uma vaga nas semifinais da competição.

Na primeira fase, os clubes jogaram entre si em turno e returno, classificando-se para as semifinais os campeões de cada grupo. Na segunda fase, ocorreu o cruzamento entre grupos, em turno e returno. Os campeões de cada grupo também se classificaram para as semifinais.

Classificaram para as semifinais: Avaí, Tubarão, Joinville e Marcílio Dias. Por ter a pior campanha entre os 4 classificados, o Tubarão enfrentou o Criciúma, sendo eliminado após uma derrota na cidade de Criciúma e um empate em Tubarão.

Na semifinal, o Joinville eliminou o Criciúma após 2 vitórias e o Avaí eliminou o Marcílio Dias, também após 2 vitórias. Por ter melhor campanha, o Joinville teve o direito de decidir a final em casa.

Após empatar na Ressacada, o Avaí sagrou-se campeão ao vencer o Joinville em pleno Ernestão, pelo placar de 3 a 1, com gols de Claudiomir, Jacaré e Fábio.

A campanha foi de 18 jogos, 11 vitórias, 3 empates, 4 derrotas, 33 gols marcados e 27 gols sofridos. Jacaré foi o artilheiro avaiano com 11 gols.

JOGOS DA SEMIFINAL

Marcílio Dias 2 x 3 Avaí – 11 de dezembro de 1995

Local – Dr. Hercílio Luz/Itajaí/SC
Horário – 20h30
Arbitragem – Eros Martins/SC auxiliado por Sérgio Roberto Machado e Giuliano Bozzano
Cartões amarelos – Fernando(M); Fábio, Cedenir(A)
Cartão vermelho – Jair(M)
Público – 382
Renda – R$ 2.240,00
Gols – Claudiomir(A) 16’, Ronaldo(A) 18’ do 1º tempo; Claudiomir(A) 22’, Jair(M) 26’, Evair(M) 35’ do 2º tempo

Marcílio Dias – Jonas, Cattani, Fernando, Guinei e René(Alexandre); Márcio, Charles(Evair), Jair e Ricardo; Bafafá e Willians(Emerson Mineiro) – Técnico – Lauro Búrigo

Avaí – Alex, Cedenir, Ronaldo, Fábio e Kleber; Belmonte, Régis, Mina e Claudiomir; Jacaré e Jorge – Técnico – Rui Guimarães

Avaí 5 x 1 Marcílio Dias – 14 de dezembro de 1995

Local – Ressacada/Florianópolis/SC
Horário – 21h
Arbitragem – Renildo Nunes/SC auxiliado por Gervásio Sidney da Silva e Manoel Elpídio Cordeiro
Cartões amarelos – Fábio, Belmonte(A); Kolucha, Moisés, Evair, Emerson Mineiro, Guinei(M)
Cartão vermelho – Cattani(M)
Público – 671
Renda – R$ 6.210,00
Gols – Emerson(M) 11’, Claudiomir(A) 26’, Jacaré(A) 39’ do 1º tempo; Mina(A) 10’, Jorge(A) 38’, Figueroa(A) 45’ do 2º tempo

Avaí – Alex, Wilcemar, Ronaldo, Fábio e Kleber; Belmonte, Mina e Jacaré(Figueroa); Claudiomir, Jorge e Gilson(Lairton) – Técnico – Rui Guimarães

Marcílio Dias – Jonas, Cattani, Fernando, Guinei e René; Kolucha, Charles(Admilson) e Bafafá; Moisés(Alexander), Ricardo e Emerson Mineiro – Técnico – Lauro Búrigo

JOGOS DA FINAL

Avaí 1 x 1 Joinville – 18 de dezembro de 1995

Local – Ressacada/Florianópolis/SC
Arbitragem – Clésio Moreira dos Santos/SC auxiliado por Renildo Nunes e Osvaldo Meira Jr
Público – 2.504
Renda – R$ 24.985,00
Gols – Claudiomir(A) 45’ do 1º tempo; Índio(J) 45’ do 2º tempo

Avaí – Alex, Wilcemar, Ronaldo, Régis e Kleber(Cedenir); Belmonte, Mina, Jorge e Jacaré; Claudiomir e Gilson(Dirlei) – Técnico – Rui Guimarães

Joinville – Sílvio, Luizinho, Jairo Santos, Bandoch e Pavan; Veiga(Benson), Juari(Paulinho) e Alciney; Rogério, Marcos Paulo e Índio – Técnico – Abel de Souza

Joinville 1 x 3 Avaí – 21 de dezembro de 1995

Local – Ernesto Schlemm Sobrinho/Joinville/SC
Horário – 20h
Arbitragem – Osvaldo Meira Jr/SC auxiliado por Clésio Moreira dos Santos e Renildo Nunes
Cartões amarelos – Luizinho(J); Kléber, Claudiomir, Gílson(A)
Cartão vermelho – Alciney(J)
Público – 7.510
Renda – R$ 77.355,00
Gols – Claudiomir(A) 15’ do 1º tempo; Índio(J), penalti, 28’, Jacaré(A), pênalti, 36’, Fábio(A) 42’ do 2º tempo

Joinville – Sílvio, Luizinho, Jairo Santos, Bandoch e Pavan(Áureo); Veiga, Juari(Paulinho) e Alciney; Rogério, Marcos Paulo e Índio – Técnico – Abel Ribeiro

Avaí – Alex, Wilcemar, Ronaldo, Fábio e Kleber; Belmonte, Régis, Mina e Jacaré; Claudiomir(Jorge) e Gilson(Dirlei) – Técnico – Rui Guimarães

 

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Nota oficial: Veto Parcial à Lei Geral do Esporte

O Congresso Nacional prosseguirá, nesta terça-feira (28.05.24), com a análise do Veto Parcial à Lei Geral do Esporte, promulgada em

28/05/2024

Avaí vence o Goiás-GO e entra no G4

Na noite desta segunda-feira (27), o Avaí recebeu o Goiás-GO em partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro Série

27/05/2024