Numeração fixa nas camisas do Avaí

Postado por: André Palma Ribeiro

Juan com a camisa 55 é um dos destaques e que facilita na identificação           Foto: Jamira Furlani / Avaí FC

O Avaí decidiu adotar a numeração fixa dos jogadores em suas camisas até o final da temporada 2017. A estreia foi na partida diante do Flamengo, no Estádio da Ressacada e será assim daqui para frente. Cada jogador seguirá com o mesmo número em sua camisa até o final do Campeonato Brasileiro da Série A. A decisão é justificada por conta de uma ação do marketing do clube, objetivando criar uma maior identificação de cada jogador com o torcedor avaiano.

A decisão de numeração fixa, segundo Thiago Pravatto, diretor de Marketing do clube, foi baseada em vários aspectos: para a imprensa, o mesmo número tem uma melhor visibilidade e ajuda a identificar o atleta, facilita na hora de divulgar escalação e reconhecimento do jogador em campo; para o departamento de futebol, a numeração fixa facilita a logística, pois agora o atleta usa a camisa com o mesmo tamanho; os atletas também têm preferência pela numeração fixa, tendo inclusive já escolhido a sua numeração. O elenco está praticamente fechado até o final da temporada, devendo ocorrer poucas alterações de números daqui em diante.

Para o departamento de marketing do clube, é fundamental esta implementação, uma vez que facilitará a promoção de ações e fortalecimento da marca de alguns atletas como é o caso de jogadores que possuem identidade com o clube. É o caso do capitão Marquinhos (10) e do zagueiro Betão (3), além de jogadores que têm uma história no futebol como Maicon, que usará a 13 e Juan a 55, atletas que já defenderam a Seleção Brasileira.

Além disso, explica Thiago Pravatto, a numeração fixa para todos os atletas, proporciona uma maior igualdade dentro do próprio elenco. Praticamente todos os clubes da Série A e dos grandes clubes no exterior utilizam numeração fixa e isso gera uma relação de identidade entre torcida e atletas.

O Leão da Ilha conta com uma máquina exclusiva para confecção dessa numeração fixa. “Teremos um melhor controle de camisas e também maior maior economia”, disse Pravatto. O diretor acrescentou que os atletas que se destacarem ao longo da competição, venderão mais camisas. “Isto vai gerar uma disputa saudável e benéfica para a nossa loja (que terá exclusividade para vender camisas com numerações diferentes e com máquina para aplicação de números e nomes na hora da compra). O torcedor poderá comprar a camisa com a numeração do seu jogador preferido”, finalizou.

 

Atletas e seus números:

Airton 80, Caio Cesar 77, Devid 96, Diego Tavares 31, Diego Jardel 20, Douglas 22, Betão 3, Capa 6, Alemão 4, Ferdinando 32, Gustavo Santos 87, Gustavo 33, Iury 95, Lourenço 97, João Paulo 90, Juan 55, Judson 93, Luan 5, Leandro Silva 2, Léo Felipe 14, Lucas Lovat 36, Lucas Otávio 94, Salazar 51, Maicon 13, Marquinhos 10, Matheus 29, Kozlinski 01, Maurício 15, Pedro Castro 26, Romulo 11, Junior Dutra 9, Toshi 23, Vinícius Pacheco 85, Vitor 81, Vitor Prada 38, Simião 25, Willians 28.

Diego Tavares (31), na estreia da numeração fixa foi diante do Flamengo          Foto: Jamira Furlani / Avaí FC

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Avaí vence São Joseense pelo SulBrasileiro BG Prime

As categorias Sub-14 e Sub-15 da Raça da Base entram em campo na tarde de hoje (18), diante do São

18/06/2024

Confira o Guia da partida diante do Brusque-SC

Já está disponível o Guia da Partida para a disputa diante do Brusque-SC, válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro