Paulo Sérgio quer mais gols

Postado por: André Palma Ribeiro

Com cinco gols na temporada Paulo Sérgio tem sido uma das armas importantes para o ataque avaiano. Após retornar à equipe após aproximadamente um mês afastado por lesão sofrida no catarinense, o atacante vem se firmando no time titular.

Paulo Sérgio Luiz de Souza nasceu na cidade do Rio de Janeiro. O carioca de 24 anos faz mais um ano de vida no dia 11 de junho. Como a maioria dos jogadores curte ouvir pagode, brincalhão com o grupo, PS9 aproveita o tempo de descanso para curtir junto à esposa.

Como você avalia este momento, após passar por um período afastado devido a uma lesão?

PS- É um momento de felicidade. Jogador trabalha para não ter lesão, sabemos que estamos sujeito a isso e pode acontecer com qualquer um. A gente fica triste quando se machuca e não pode ajuda. É um processo difícil, mas consegui voltar com o pé direito, com muito trabalho, muita dedicação. Claro com ajuda do grupo, da comissão técnica, da fisioterapia, estavam o tempo inteiro comigo e pude dar essa volta por cima e ser coroado com esse momento que estou vivendo e espero que não acabe agora.

Como é você quando está com os jogadores na concentração? O que gosta de fazer? Há alguma música que você escuta para ajudar nesse momento?

PS- Desde que subi para o profissional mantenho a mesma rotina. Sou um cara tranquilo, brinco bastante, gosto de conversar, mas fico mais no quarto, na resenha com os outros atletas. A concentração é o foco total no jogo, estamos sempre pensando na partida, mas é importante também ter uma resenha para dar uma aliviada e no dia do jogo poder voltar com o foco total. No vestiário já é o jogo 100% já. Tem alguns louvores que eu gosto de ouvir antes das partidas, um hip-hop é bom também porque dá uma animada.

E em casa? O que você gosta de fazer em seu momento de lazer?

PS- Extracampo sou tranquilo. Procuro ficar mais com a minha esposa, ficamos mais em casa. Às vezes damos uma saída para ir ao cinema, saímos para jantar, mas como estamos na rotina de muitos jogos, temos conversado bastante e estou muito focado no trabalho agora para ajudar o Avaí a melhorar cada vez mais. Mas sempre que dá saímos um pouco, fazemos programas mais leves. Nós gostamos de viajar muito também, agora não tem como, mas quando tem folga, a gente sempre viaja.

E quanto ao clima em Florianópolis? Já está adaptado?

PS- Adaptado. Já passei por aqui em 2009, foi um ano que eu acabava de sair do Flamengo emprestado, queria ter vindo para o Avaí, mas não deu. Mas graças Deus sabe o que faz e me colocou no Avaí agora e estou bastante feliz, bastante adaptado. Acostumado com o frio, estava em Curitiba ano passado então frio não é desculpa. Espero permanecer aqui por muito tempo.

E qual a sensação de ter marcado, aquele gol no final do clássico no catarinense?

PS- Indescritível! Pra mim foi um momento único. Estava pensando muito naquele gol, sonhava com aquele gol, foi um momento mágico, com certeza. Ainda mais se tratando do maior rival, posso te afirmar que teve um gostinho especial.

Foto: Jamira Furlani/Avaí F. C.
Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F. C.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

MAIS NOTÍCIAS

Blog da Gestão #12 – Que venha o mata-mata

Olá, Nação Avaiana. Vencemos e estamos classificados! Na tarde deste sábado (2) superamos mais um desafio e agora vamos com

03/03/2024

Avaí vence em Concórdia e avança no Catarinense 2024

Na próxima fase, o Avaí enfrenta o Joinville, em partidas de ida e de volta. A decisão (partida de volta)

02/03/2024